AdministraçõesAdministrações Conultorias EmpresariaisConsultorias Empresariais Teatro EmpresaTeatro Empresa CursosCursos OficinasOficinas PalestrasPalestras
         
   
         
 


Modelagem Organizacional®


O Que Fazemos
 

Orientamos o foco das funções organizacionais para os Clientes internos e externos. Possibilitamos, em conseqüência, que os gestores passem a tratar suas respectivas estruturas de ação como uma rede integrada e continua de processos horizontais, estáveis e conformes, capazes de responder aos padrões mais exigentes de atendimento (satisfação dos Clientes) e desempenho (produtividade de recursos).

Nosso trabalho é desenvolvido através de um sistema proprietário, escrito em DELPHI e com a utilização de Banco de Dados relacional.

Reforçamos o compromisso das Unidades de Gestão com seus Clientes internos;

Retificamos e alinhamos os processos de trabalho e direcionamos o desenho dos cargos para atuação em multifuncionalidades e células de trabalho;

Aumentamos a satisfação dos Clientes Finais, em conseqüência da conformidade e estabilidade dos processos que lhes atendem;

Dimensionamos e custeamos recursos e estabelecemos indicadores de desempenho para o gerenciamento da rotina, obtendo com isso a interface natural com programas de Qualidade.

Como implementamos

Estabelecimento de um macro modelo organizacional para determinação lógica das unidades de gestão ( UNG's) que compõem o negócio. (quando necessário);

Estabelecimento dos esquemas de atendimento das unidades de gestão a serem modeladas e caracterização dos seus Clientes internos e externos;

Estabelecimento da meta permanente de cada UNG e exercício de alinhamento estratégico para avaliação de requisitos de alavancagem;

Detalhamento das demandas dos Clientes e especificação de seus compromissos de atendimento;

Desdobramento de classes de serviço, especificação de indicadores de atendimento e ferramentas;

Desdobramento de processos, especificação de indicadores de desempenho e requisitos de execução;

Análise de processos, (h/h, custo e dispersão), montagem do modelo lógico estrutural e especificação automática de cargos.

A metodologia já vem sendo utilizada em áreas como: Comercial (Marketing e Vendas), Produção, Manutenção, Financeira, Informática, Gestão de Recursos Humanos, Meio Ambiente, Saúde e Segurança em Empresas de diferentes segmentos.

Benefícios e Vantagens

Dispensa o trabalho de levantamento da situação atual, porque modela os processos com base numa estratégia de atendimento, formulada para lhe servir de referencial;

Provê uma metodologia de desenvolvimento lógica (horizontal) e auto -documentável;

Permite uma construção rápida e altamente participativa, aumentando consistentemente o comprometimento futuro da equipe com suas funções;

Concebe as funções organizacionais internas de cada unidade de gestão como uma decorrência da cadeia horizontal de atendimento, gerando estruturas especialistas em seus Clientes;

Mantém os processos implantados, consistentemente vinculados à estratégia de atendimento;

Permite às equipes um alinhamento permanente à sua missão, pela revisão periódica dos fatores críticos de sucesso necessários à sua sustentação;

Permite a análise periódica de carga de homem/hora em vários níveis;

Mantém indicadores de atendimento a Clientes, de gerenciamento da rotina e padrões de documentação de processos, que se enquadram às Normas ISO 9000;

Que resultados a modelagem traz?

Para o atendimento dos Clientes:

Os produtos e serviços modelados trocam menos de mãos, são elaborados com mais foco e oferecem aos Clientes internos e externos, maior proximidade com o(s) operador (es) e maior rastreabilidade para a melhoria contínua e solução de problemas, reforçando a cultura de atendimento.

Para o desempenho da Organização:

Aumenta a produtividade porque dimensiona os recursos para o foco da unidade modelada, eliminando os desperdícios decorrentes de demandas indevidas da hierarquia e de processos estéreis;

Estabelece estruturas, mais econômicas e eficazes, pela redução do retrabalho, estabilidade de processos e melhor entendimento das necessidades dos Clientes.

Reduz a quantidade média de passos dos processos;

Reduz o tempo total de ciclo dos processos, pela redução do setup entre seus passos;

Reduz os pontos de comunicação de instruções e reportes, ao longo dos processos, reduzindo ruídos entre seus passos;

Para os operadores dos Processos:

Aumenta a visibilidade e a atenção dos operadores para os produtos finais de cada processo;

Aumenta a percepção dos operadores quanto às conseqüências de seus desempenhos;

Aumenta o envolvimento, a motivação e o comprometimento dos operadores para com os serviços e produtos produzidos e o seu sentido de realização;

Sistemas de Gestão pré-especificados
 

A ferramenta de Modelagem de Sistemas de Gestão â , além de modelos específicos, é capaz de gerar soluções genéricas, mas rigorosamente orientadas para a lógica fornecedor / cliente, o que resulta em modelos de gestão com um alto grau de aderência ao contexto usuário, após pequenas adaptações.

Os seguintes modelos de Gestão são disponíveis em forma pré especificada:
 

Gestão Estratégica de Desempenho
 

Modelo orientado para a gestão de negócios, de alta portabilidade, cuja principal característica é aproximar o Planejamento Estratégico da ação empresarial, pelo estabelecimento e desdobramento de objetivos (BSC), estabelecimento de planos de ação e monitoramento de resultados.

O módulo provê ferramentas para a efetiva gestão das equipes na direção da estratégia empresarial, através de processos de planejamento, acompanhamento e avaliação de desempenho. O módulo estreita a relação de causa e efeito entre estratégias, desempenho e resultados, dando efetiva governabilidade ao organismo empresarial.

 

Gestão Estratégica de Pessoas
 
O Modelo orientado para a Gestão Estratégica de Pessoas, garante, através de seus vários módulos, a base comportamental do desempenho e os processos de gestão de equipes necessários à realização dos objetivos do negócio.

Por construção, guarda extrema conexão com a Gestão Estratégia de Desempenho, para a qual se constitui em infra estrutura natural.

Seus fundamentos se apóiam fortemente nas teorias do aprendizado organizacional (Argyrys e Senge) e nas abordagens de desempenho (Mc Gregor, Levinson e outros), para as quais pretende ser um instrumento efetivo de gestão.

Considera a questão da motivação e do comprometimento como fatores chaves dos processos de gestão de desempenho e estabelece os mecanismos de seu reconhecimento.

Módulos de Gestão de Pessoas ®

Administração de Desempenho
Treinamento e Desenvolvimento
Planejamento de Recursos Humanos
Programa de Compensação e Reconhecimento
Suprimento de Recursos Humanos
Relações Trabalhistas e Sociais
Inventário de Requisitos Ocupacionais
Dimensionamento do Quadro de Pessoal
Controle Automático de Movimentações.

Manual Eletrônico de Gestão

Manual de Gestão, disponibilizado em mídia eletrônica - Intranet (HTML) ou Power Point - que traduz o racional de construção de cada módulo, na forma de conceitos teóricos (por que) e rotinas de operação, prontas para o efetivo uso (como).

Os manuais são estruturados em árvores lógicas construídas pela ferramenta de modelagem. Numa árvore lógica o gestor se vê como um cliente da ferramenta, reconhece suas demandas, navega pelas classes de serviço e chega aos processos, onde encontra o como fazer. Dotados de barras de navegação de extrema agilidade, os manuais utilizam largamente hipertextos, que oferecem aos gestores usuários oportunidades de auto desenvolvimento e revisão teórica de questões relevantes sobre gestão de negócios e de pessoas. Links para consultas rápidas são disponíveis através de índices remissivos ("via expressa").

Cada manual é disponibilizado juntamente com a implantação de seu respectivo módulo e recebe adaptações, de acordo com o contexto onde vai operar, antes da implantação.

Os manuais são utilizados como referencial teórico e prático nos treinamentos dos gestores, na implantação dos módulos adquiridos pelos Clientes.


 
 

Jsnet 2009 (Todos os Direitos Reservados)