Teatro EmpresaTeatro Empresa CursosCursos OficinasOficinas PalestrasPalestras
         
   
         
 


 

OFICINA DE CONSTRUÇÃO E MANIPULAÇÃO DE BONECOS
(ESPUMA E SUCATA)



 

JUSTIFICATIVA

A magia da arte milenar do Teatro de Bonecos que encanta adultos e crianças é uma das mais remotas maneiras de diversão entre a humanidade. Registros dessa forma de expressão artística existem desde a Pré-História. A origem do Teatro de Bonecos remonta ao Antigo Oriente, em países como a China, Índia, Java e Indonésia. Por intermédio dos mercadores foi se dispersando para a Europa, inclusive sendo usado durante a Idade Média como instrumento de evangelização. Mas com o Cristianismo, durante a Renascença, o Teatro de Bonecos ficou abafado.
O Teatro de Bonecos é uma síntese das artes e acontece dentro de um contexto histórico, cultural, social, político, econômico, religioso e educativo. É praticado em todo o mundo, assumindo fisionomias e espírito dramático bem diferenciado, dependendo da localização geográfica, tradições culturais, crenças e costumes.
Há quem afirme que o teatro de bonecos é a forma mais antiga de teatro, que dele é que surgiu a arte dramática. Não há como comprovar nem negar uma afirmação dessas. É pouco provável que todas as formas dramáticas da humanidade tenham sido diretamente inspiradas pelo teatro de bonecos, mas está aprovado que desde tempos muito remotos o teatro de bonecos e o teatro humano se desenvolveram lado a lado, e que muito provavelmente um influenciou o outro
É de suma importância considerar que o teatro de bonecos é um eficaz método de ensino! Com o boneco nas mãos o professor pode alfabetizar, contar histórias, dar aulas de geografia, ciências, história, matemática, utilizando qualquer uma das técnicas possíveis.
O boneco ensina de uma forma diferente, e essa diferença está na maneira lúdica e jocosa com que ele se comporta. Seu jeito engraçado desperta o interesse das crianças proporcionando a interatividade.
Nas mãos de um educador hábil o boneco é um instrumento de grande valor. Nem sempre a palavra é mais importante: os gestos e trejeitos do boneco transmitem informações ao espectador que o leva a interpretação e identificação imediata da mensagem. Sua eficácia é muito importante tanto para crianças como para os adultos.
A intenção desse oficina é aproximar educadores formados ou em formação e Atores e atrizes, desse universo mágico que é o Teatro de Bonecos e mostrar que é possível ensinar com o auxílio dessa ferramenta.
A arte possui valores que a transcendem, atinge o universal eliminando barreiras de tempo e lugar. Assim, o Teatro de Bonecos oferece mil possibilidades a quem o descobre.


OBJETIVOS GERAIS

A oficina se divide em dois módulos, no primeiro de 20 horas os alunos aprenderão a confeccionar e manipular um “Marote de espuma”. No Segundo modulo os participantes, já familiarizados com o universo do teatro de bonecos, confeccionarão fantoches com materiais recicláveis, 20 horas em cada modulo.
A oficina pode também ser dividida em duas oficinas diferentes, para dois grupos de participantes distintos. Uma de confecção de boneco em espuma e a outra de construção de fantoche com materiais recicláveis, tendo 20 horas cada oficina.
Esta oficina tem por objetivo iniciar os participantes no universo mágico do teatro de bonecos, suas técnicas e suas possibilidades, também como proporcionar a cada participante a possibilidade de construir seu próprio boneco, seu mascote e saber como manipulá-lo.


OPERACIONALIZAÇÃO

PRÉ OPERAÇÃO (necessidades básicas)
• Sala ampla, ventilada, clara com bancadas, bancos ou cadeiras, pia ou tanque, quadro negro e capacidade para 20 alunos.
• Computador e data show. (para a primeira aula)


Material individual: tesoura afiada, estilete com laminas novas, caneta retroprojetor amarela, lapis, régua ou fita métrica, uma garrafa de refrigerante (Pichulinha ou schin pequenininha), retalhos, lâs. Vidro vazio de catchup ou mostarda com tampa, 2 vidros de desodorante rollon vazios.

Material coletivo:
• Espuma branca ou amarela de 2cm de espessura – 20 metros
• Cola de contato (brascoplast ou covulfix de preferência) – duas latas de 1/4.
• Fita crepe – 5 rolos
• Pistola de cola quente – 2 ou três.
• Refil para cola quente - 20 bastôes
• Barbante – 1 rolo
• Cola branca – 1 litro.
• Uma lata de 1/4 de tinta PVA branca
• Piguimentos (xadrez) nas cores: amarelo, vermelho, verde, azul, preto e marrom (um vidrinho de cada cor)
• Pincéis de vários tamanhos e espessuras. (para pintura do rosto do boneco)
• Folhas de emborrachado EVA (vermelho, branco e preto) duas folhas de cada.
• Jornais velhos.
• Massa corrida – Uma lata de 1/4
• Lixa d’água – 20

OBS: As sucatas serão de responsabilidade dos próprios participantes da oficina que terão de recolher em suas comunidades, já fazendo um trabalho de conscientização das mesmas com relação ao lixo e o seu reaproveitamento .


CONTEÚDO:

• Aboradagem Teórica sobre a História do Teatro de Bonecos, e o Teatro de Bonecos no Brasil;
•  Teatro de Bonecos e a Educação.
• Abordagem Teórica e prática sobre as várias técnicas de confecção e de manipulação de bonecos (Marionetes, Fantoche ou luva, Vara, Marote, Manipulação direta, sombra);
•  Aula de Confecão e manipulação (Marote em espuma e fantoche de sucata)

 

Jsnet 2009 (Todos os Direitos Reservados)